segunda-feira, 15 de setembro de 2008

macunaíma - mário de andrade

há oitenta anos atrás, depois de muito investigar o Brasil, Mário de Andrade escreveu "Macunaíma - o herói sem nenhum caráter". apesar da polissemia, a falta de caráter do brasileiro seria, para Mário, devido a falta de uma tradição forte o suficiente que fosse capaz de definir um caráter, uma identidade.


a rapsódia andradiana, corroe, assim, todos os esteriótipos de uma suposta identidade brasileira. que bom! qualquer identidade se dá pela escolha arbitrária de algumas características para representar uma coletividade. é algo que engessa e exclui. é bom pensar que por trás de qualquer definição identitária existe milhões de formas de poder. - dominação e exclusão. a identidade apaga o caráter subversivo. a identidade acomoda as pessoas em torno de uma coletividade.

Nenhum comentário: