quarta-feira, 14 de outubro de 2009

vera verão


Estou escrevendo um trabalho sobre o ator Jorge Lafond ou melhor estou escrevendo um artigo sobre o personagem Bob Bacall interpretado pelo ator na novela Sassaricando. Nas minhas vasculhadas no Google encontrei duas informações que compartilho aqui:

a) Segundo alguns sites, o padre Marcelo Rossi teria causado a morte do ator. Exageros ou não... o fato é que em 10 de novembro de 2002 o ator participou de um quadro "Homens x Mulheres" do progama Domingo Legal. Segundo seu empresário, o padre Marcelo Rossi que seria a próxima atração do programa solicitou a retirada do ator do palco por ele ser homossexual e candomblecista. Lafond foi retirado do palco e uma semana depois passou por uma série de internações, sendo diagnosticado com depressão, crise renal, respiratória, etc... e morreu logo depois. É claro que o padre não matou Lafond até porque se ele fosse morrer vítima de preconceito já teria morrido muito antes... mas é bom sabermos disso, para pensarmos na suposta santidade do padre Marcelo Rossi. É bom que se divulgue esse tipo de comportamento do padre Marcelo Rossi e de tantos outros que nos agridem simbolicamente e fisicamente todos os dias!

b) A outra notícia é que Jorge Lafond teria se oferecido ao Ministério da Saúde para filmar uma campanha de prevenção a AIDS, melhor... uma campanha sobre camisinha. Uma série de grupos organizados (GGB, etc) se colocaram contra por considerar Jorge Lafond um perpetuador de um esteriótipo gay, serviria ele como um modelo do que o gay não é ou não deveria ser. Eu celebro a fexação de Lafond, celebro a sua diferença e sua coragem. Existem milhões de Lafond nas ruas e nos armários de Salvador e do Brasil e prefiro o seu jeito debochado e escroto do que a representação institucional que se pretende criar da comunidade LGBT, coisas do tipo: "somos normais, casamos, somos monogâmicos, podemos adotar, fazemos papai-mamãe, etc"

Por isso tudo, obrigado boneca! Obrigado Lafond!

3 comentários:

matheus disse...

"Bicha nãããããããããão, sou quase... mulher"

Lafond arrrasava.

Dado disse...

Susto do Dia.

Anônimo disse...

eita coisa feia kkkk