segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Stonewall 40 + o que no Brasil?

Programação completa do evento que acontecerá em Salvador 15, 16 e 17 de setembro no Cinema do Museu, no bar Âncora do Marujo, no beco da Off e no Bahia Café Aflitos.


Dia 15 – Cinema do Museu (Corredor da Vitória, 2195)

15h - Mesa de abertura

16h – Mesa redonda: Os estudos e movimentos LGBT no Brasil pós-Stonewall

Coordenador: Dr. Djalma Thurler (professor da UFBA)

Participantes: Dr. Edward MacRae (professor associado da Universidade Federal da Bahia, um dos autores do livro O que é homossexualidade), Dra. Regina Facchini (pesquisadora do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu e professora colaboradora do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais, ambos da Universidade de Campinas, autora do livro Sopa de letrinhas: movimento homossexual e produção de identidades coletivas no anos 90 e Na trilha do arco-íris – do movimento homossexual ao LGBT), Keila Simpson (vice-presidente trans da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais).

Debatedor: Dr. Luiz Mott (Grupo Gay da Bahia)

Objetivo da mesa: discutir, simultaneamente, os estudos LGBT, os estudos sobre o movimento LGBT e os próprios movimentos LGBT e as políticas públicas e identitárias adotadas nos últimos 40 anos.

18h – 19h – coquetel e lançamento de livros

19h – Mesa redonda: Os estudos, políticas e direitos sobre o corpo e a saúde LGBT no Brasil pós-Stonewall

Coordenadora: Dra. Milena Brito (professora da UFBA)

Participantes: Dr. Wilton Garcia (tem pós-doutorado em Multimeios pela Universidade de Campinhas, autor dos livros Corpo, mídia e representação: estudos contemporâneos e Homoerotismo & imagem no Brasil), Dra. Berenice Bento (professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, coordenadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares em Diversidade Sexual, Gêneros e Direitos Humanos, autora dos livros A (re) invenção do corpo: sexualidade e gênero na experiência transexual e O que é transexualidade), Dr. Fernando Seffner (professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, autor de dezenas de textos sobre situações de vulnerabilidade a aids, representações culturais das masculinidades homossexuais e bissexuais e gênero).

Debatedora: Tess Chamusca Pirajá (mestranda do Programa Multidisciplinar em Cultura e Sociedade e integrante do grupo de pesquisa em Cultura e Sexualidade)

Objetivo da mesa: qual é o “estado da arte” dos estudos sobre o corpo e a saúde LGBT no Brasil? Qual é a avaliação sobre as políticas e direitos sobre o corpo e a saúde no Brasil?

21h30 – Bate papo com Larissa Pelúcio seguida de performances de transformistas no Bar Âncora do Marujo (Avenida Carlos Gomes, 809, Centro).


Dia 16 – Cinema do Museu (Corredor da Vitória, 2195)


18h – Mesa redonda: Estudos, políticas e os marcadores sociais da diferença na comunidade LGBT no Brasil pós-Stonewall

Coordenador: Gilmario Nogueira (mestrando do Programa Multidisciplinar em Cultura e Sociedade e integrante do grupo de pesquisa em Cultura e Sexualidade).

Participantes: Dr. Júlio Simões (professor de antropologia na Universidade de São Paulo, autor de vários artigos, capítulos e livros, entre eles Na trilha do arco-íris: do movimento homossexual ao LGBT, atualmente pesquisa a produção social da diferença por meio da articulação das categorias de raça, gênero, sexo, idade e classe), Dr. Osmundo Pinho (professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, autor de vários artigos sobre relações raciais, identidades sociais, sexualidade e gênero), Dra. Larissa Pelúcio (autora do livro Abjeção e Desejo - uma etnografia travesti sobre o modelo preventivo de aids, professora de antropologia na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho).

Debatedor: Nilton Luz (integrante do Fórum Baiano LGBT)

Objetivo da mesa: qual é o “estado da arte” dos estudos sobre as diferenças em relação à comunidade LGBT? Quais os desafios desses estudos? Como avaliar as políticas de respeito às diferenças e de combate aos preconceitos?

21h30 – Show de Valerie O’rarah e Ginna de Mascar e confraternização no Beco da Off (Barra)


Dia 17 – Cinema do Museu


18h – Mesa redonda: Novas perspectivas e desafios políticos atuais

Coordenadora: Patrícia Conceição (mestranda do Programa Multidisciplinar em Cultura e Sociedade e integrante do grupo de pesquisa em Cultura e Sexualidade)

Participantes: Dr. Richard Miskolci (professor da Universidade Federal de São Carlos, coordenador do grupo de pesquisa Corpo, Identidades e Subjetivações, autor de vários textos publicados em revistas especializadas, um dos organizadores dos livros Dossiê sexualidades disparatadas e O legado de Foucault), Dra. Suely Messeder (professora de antropologia da Universidade do Estado da Bahia, autora do livro Ser ou não ser: uma questão para pegar a masculinidade, coordenadora do Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidades - Diadorim) e Deco Ribeiro (ativista e diretor da primeira Escola Jovem LGBT do Brasil, em Campinas).

Debatedor: Dr. Leandro Colling (coordenador do grupo de pesquisa em Cultura e Sexualidade (CUS) e professor da UFBA)

Objetivo da mesa: quais são as novas perspectivas teóricas e conceituais dos estudos sobre a comunidade LGBT? Quais são os novos atores que emergem nesses estudos e discussões? Quais as políticas que esses estudos defendem? Quais são os desafios políticos atuais dos estudos e dos movimentos?

20h30 – Shows e festa de encerramento no Bahia Café Aflitos (Largo dos Aflitos, Centro) com a seguinte programação:

20h30 – 22h: DJ Chiquinho toca as músicas que marcaram a comunidade LGBT

22h – 23h30: Cortejo Afro, o bloco que respeita a diversidade sexual

23h30 – 24h: Show de Bagageryer Spielberg em comemoração aos seus 25 anos de carreira, com Dion, Sfat Auermann, Valerie O’rarah e Jubelíssima

24h – 0h30 – show com Claudia Wonder

0h30 – 1h30: Banda Samba das Moças

Inscrições para recebimento de certificados pelo extensaoihac@gmail.comEste endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. a partir do dia 16 de agosto (nome completo e curso/instituição)

Realização: grupo de pesquisa Cultura e Sexualidade (CUS), da Universidade Federal da Bahia.

Patrocínio: Governo do Estado da Bahia – via edital de Cultura LGBT

Nenhum comentário: