sexta-feira, 4 de março de 2011

19 e 20 de Março em Salvador!!!


A Produção Magaiver tem o prazer de apresentar o mais novo espetáculo solo de I-na-ê. Inaê. I-na-ê. Inaê e com ela mesma: Palavra há Tempo. Há de haver. Palavra há Tempo

Direção: Pra frente. Que atrás vem gente. Pra frente.

O tempo é imortal. Ninguém nunca viu onde começa e ninguém terá tempo para ver o seu fim. O tempo devem. Devem do verbo Devir. É um vir-a-ser constante das coisas o tempo todo, o tempo inteiro no tempo intenso.

O tempo é Iroko, Saturno, Aión, Cronus, Kairós. O tempo é lento. O tempo é Tempo.

A Palavra como voz significada no tempo, nasce, toma corpo e sai por ai dando nome às coisas, explicando o mundo e produzindo linguagem para tentar dar sentido a existência. Na Modernidade, a palavra segue um leito de rio com interpretações limitadas e, em forma de verbete, desemboca no dicionário, excluindo a potência intensiva da Palavra.

Portando um figurino (concebido e construído por ela mesma) inspirado na Gameleira-branca, árvore sagrada de Tempo, Inaê mostra algumas transformações, significações e ressignificações que a Palavra obteve no tempo. Em seu novo espetáculo solo, PALAVRA HÁ TEMPO, com humor e dramaticidade, ela tece um texto em linguagem poética, juntamente a outras linguagens artísticas, no tempo da dança dos seus pés.

Inaê é o Cavalo de Tempo.

Nenhum comentário: